Comportamento

Bolha de inquietude

bolha-de-inquietude-ideias-da-fe

Você está em uma bolha de  inquietude e vive cobrando de mim uma paz, um bem-estar. Mas, me diz qual o motivo? Se não consegue se equilibrar sozinho, por que tem vir me cutucar e querer que eu fique tranquila ouvindo palavras tortuosas, e sem sentido? 

Eu sou fraca para falar com você. O tom de voz, o olhar, o seu cheiro, tudo isso tira as coisas do lugar. Pior é que a gente tem essa amizade. Mas ela é boa e ruim. Meio tóxica na verdade. Porque de certa forma eu consigo ver que por traz dessa voz seca, há um alguém que não quer meu bem. Existe um interesse em me ter por perto, tirar proveito do que posso proporcionar. Eu não me conformo, porque seu jeito parece como uma cobra, que vai seduzindo, e fazendo a vítima esquecer do seu veneno fatal. Me parece que sua amizade é fatal. Para mim e para meu coração que com certeza uma hora vai se quebrar em mil e um pedacinhos. 

Você não me engana mais. Posso abaixar a cabeça e dizer “tudo bem”. Porém um dia eu não vou estar do seu lado. Paciência e gentileza tem um limite. A minha ainda continua intacta, agora a sua já venceu, há um ano, quando a gente sequer morava junto, quando podia me ver uma vez por semana, quando chegava na minha casa alguns mimos cobertos de chocolates e mensagens fofas. Não se engane, logo eu que não serei a mesma, Na verdade acho que já mudei bastante durante estes dias contigo. Só não quero me tornar alguém como você. Não mesmo. 

A vida é cheia de ciclos… 

 

You Might Also Like

4 Comments

Leave a Reply