Browsing Category

Lifestyle

Lifestyle

Não prometa

não-prometa-ideias-da-fe

Não prometa se não for cumprir. Não prometa se não tiver a intenção de realizar. Não prometa se sabe que vai ser impossível. Não prometa se não tiver forças para ir até o fim. As famosas palavrinhas “sempre” e “nunca” tem o poder de nos testar para ver até quando vamos realmente ser fiéis a elas. Parece que criam um desafio, e coloca a gente em jogo, vendo nossas reações. Claro que nos frustramos porque chega um momento que nos questionamos se esse “sempre” e “nunca” realmente tem esse valor. 

Ninguém é 100% perfeito e certinho. E as famosas promessas incluem a eternidade. Será que sabemos o peso real disso? A provabilidade da nossa existência já tem um ponto de chegada: a morte. Então por que fazemos tanta questão em prometer algo, que vai se estender por mais tempo do que a nossa vida? 

Essas promessas jogadas no Universo ficam perdurando e tem influência em nossas decisões, pensamentos, estado de espírito. Por que simplesmente não vivemos sem o “sempre” e o “nunca”? 

O “destino” adora se unir a eles e nos colocar em cheque…  Justo aquela situação que você disse que nunca passaria, é jogada em cima de você. Ou aquela pessoa que você disse que amaria para sempre se torna motivo de piada caso o relacionamento tenha um fim… De repente as coisas tomam papéis diferentes, e as grandes armas utilizadas nas discussões são as promessas. 

Poderíamos esquecer essas palavras e somente ir lá, e fazer. Ir lá e amar. Ir lá e fazer a diferença sem provar nada para ninguém. Sem essa pressão de ser, de estar, pensar… Se amanhã tudo acabar, como é que fica? Portanto só prometa algo que realmente possa cumprir. Mas se não achar necessário, relaxe, a vida não é feita de promessas, mas de ações… Bora por a mão na massa?

Lifestyle

Nós sempre queremos ouvir a razão

Nós-sempre-queremos-ouvir-a-razao-ideias-da-fe

Ele não me respondeu. Será que esconde algum segredo? Será que desistiu de falar comigo porque sou uma garota de longe? Sim, ele mora em uma cidade distante. Demora 3 horas para chegar de carro. Com trânsito seria umas 3 horas e meia. Mas, o que é 3 horas em relação a 15 anos esperando alguém que me olhe com carinho? 

Ok, não pense que sou estranha. O olhar dele não é de carinho como os que os pais fazem ao ver seu bebê engatinhando. É diferente. Suave e profundo, como se quisesse me desvendar por dentro. O melhor é o arrepio que isso dá. Sabe quando a gente sente que alguém está nos fitando? Sensibilidade é fogo. Aponta os caminhos que muitas vezes relutamos em seguir. 

Nós sempre queremos ouvir a razão. Porém e se realmente esta sensibilidade nos guiar de maneira mais correta? Gosto de ouvir essa intuição. Ela deve ter alguma influência na minha vida, e de certa forma deixa tudo mais leve. Por isso que o fato dele morar tão distante se torna apenas um detalhe. Porque nada é por coincidência, nada é por acaso, nada é acidente. Quero descobrir porque ele entrou no meu caminho. Mais de 7 bilhões de pessoas no mundo, e ELE veio e bagunçou o meu eu. Tirou do eixo… Isso não é besteira… Só é um privilégio que muitos não tem… 

Lifestyle

Os segredos pedem para serem guardados

 

Não gosto de esconder coisas. A não ser que seja segredo. Algo muuuuuito íntimo e que eu sinta que deva ficar guardado no meu coração. Se eu falar para alguém, sinto que o segredo tem a chance de deixar de ser “segredo” em sua essência, entende? Ele se transforma em uma possível  fofoca, que na boca de outras pessoas, ganha diversas versões e acaba no formato de mentiras e especulações.  O fim deste processo é óbvio: críticas. SIM!

Já escrevi bastante sobre essa última palavrinha chave : CRÍTICA. Mas, hoje quero focar na beleza do segredo. Não é gostoso imagina como vai ser tal coisa sem ouvir o famoso: “mas e se não der certo? Ah mas é impossível, até parece que você vai conseguir. Oh, fulano já fez isso e não deu, com você será que vai ser diferente? Faz assado que é o correto, todo mundo faz e você tem que fazer também…” . Imagina a beleza de poder sonhar, acreditar, ou até mesmo guardar lembranças sem aquele pessimismo, sem a inveja, sem a falta de apoio dos outros.

Acredito que a comparação seja um dos itens que mais nos privamos ao deixar algumas coisas em “off”. Engraçado né? O poder das palavras. Eu mesma adoro falar de tudo, mas quando envolve um segredo, fica uma “trava” dentro de mim. Não que eu faça um enorme esforço para não soltar meus segredos, é que eles ficam pedindo para serem preservados…

Acho que todos os segredos são assim. Pedem para serem guardadinhos, protegidos de qualquer um que deseje o mal, que não acredite, que queira interferir no futuro de alguém (ou até mesmo no seu), que seja tripudiado. Segredo é uma coisa séria. É seu, e de Deus. Ou quem sabe de mais alguém que entenda seu significado. E acredite, ele talvez tenha mais poder do que todas palavras que são jogadas ao vento todos os dias. Eles são mágicos e impactantes… 

Lifestyle

Engraçado que estou falando e falando

Apoiar. Tenho a impressão que muitas vezes dou um apoio enorme para os meus amigos. E sempre que estou em um desafio, tentando superar algo, ou alguém, sempre tem ao menos um(a) amigo(a) que chega do meu lado, e diz que posso desabafar. Engraçado que quando estou falando e falando sem nem pensar direito em que rumo devo seguir, essa pessoa que está me vendo perdida e sem expectativas somente me apoia no sentido de dar colo. 

Aquele carinho sabe? De passar a mão na cabeça, me deixar aconchegada em seu colo, e esperar eu me acalmar. Queria poder dizer quem é esta pessoa, e tudo que ela faz por mim. Mas, talvez seja expor demais. Amizade sincera nem sempre existe e por incrível que pareça é um dos itens classificados como sonho de consumo. Nesse tempo de corre e corre, estresse e medo, quem não quer um(a) amigo(a) que aguente e dê suporte quando tudo parece o caos? 

Quando não temos problemas com a família, é com o trabalho, com o carro, ou com o filho, ou com o vizinho… a lista não acaba. E confesso que acho uma delícia ter esse alguém que me conforta e me dá o apoio de seguir e não parar. A gente precisa desse contato, dessa intimidade, senão como vamos suportar tanta coisa? Cada um tem seu modo de refúgio. Pode se chamar Heineken, Brahma, KitKat, Villa Mix… ou então ter um nome completo, apenas R$20,00 no bolso, e um coração maior que o mundo. 

Mas e você? Qual é o seu refúgio?

Lifestyle

Esperança é o “e se”, que pode ser real.

ideias-da-fe

Pois é, eu não sei fazer melhor. Não sei mais guardar aquele medo, aquela angústia. Floresceu um novo eu dentro de mim. Quero acreditar que vamos ter uma gotinha de esperança, de magia, de vida!

Por mais que eu olhe para trás e veja tudo aquilo que me fez cair, passar noites em claro, deitada na cama e olhando para o teto como se pudesse achar uma saída. Não há mais o que temer. Tem certos momentos que o céu está mais cinza do  que o normal, que um sorvete não é mais tão gelado e refrescante, que independente de onde estejamos, queremos nos afundar em lágrimas. Já passei por isso. 

Só que quando a gente se abre para o novo podemos nos surpreender. A tal da esperança que escrevi lá em cima vem com carga total. O mundo parece fazer mais sentido, fica mais leve  de viver, de perdoar, porque a esperança em si, é esperar pelo melhor. Tipo aquelas luzinhas no fim do túnel, ou como a fada madrinha dos contos. Ela transforma o obscuro em possibilidades, em sonhos, em chances, oportunidades. 

Esperança é o “e se” com um toque de energia, regada de combustível que não se esgota até criar coragem e tentar descobrir se o “e se” pode ser real. 

Cultive a sua esperança. Saia do normal, e surpreenda-se com a infinidade de possibilidades. <3