Lifestyle

Não prometa

não-prometa-ideias-da-fe

Não prometa se não for cumprir. Não prometa se não tiver a intenção de realizar. Não prometa se sabe que vai ser impossível. Não prometa se não tiver forças para ir até o fim. As famosas palavrinhas “sempre” e “nunca” tem o poder de nos testar para ver até quando vamos realmente ser fiéis a elas. Parece que criam um desafio, e coloca a gente em jogo, vendo nossas reações. Claro que nos frustramos porque chega um momento que nos questionamos se esse “sempre” e “nunca” realmente tem esse valor. 

Ninguém é 100% perfeito e certinho. E as famosas promessas incluem a eternidade. Será que sabemos o peso real disso? A provabilidade da nossa existência já tem um ponto de chegada: a morte. Então por que fazemos tanta questão em prometer algo, que vai se estender por mais tempo do que a nossa vida? 

Essas promessas jogadas no Universo ficam perdurando e tem influência em nossas decisões, pensamentos, estado de espírito. Por que simplesmente não vivemos sem o “sempre” e o “nunca”? 

O “destino” adora se unir a eles e nos colocar em cheque…  Justo aquela situação que você disse que nunca passaria, é jogada em cima de você. Ou aquela pessoa que você disse que amaria para sempre se torna motivo de piada caso o relacionamento tenha um fim… De repente as coisas tomam papéis diferentes, e as grandes armas utilizadas nas discussões são as promessas. 

Poderíamos esquecer essas palavras e somente ir lá, e fazer. Ir lá e amar. Ir lá e fazer a diferença sem provar nada para ninguém. Sem essa pressão de ser, de estar, pensar… Se amanhã tudo acabar, como é que fica? Portanto só prometa algo que realmente possa cumprir. Mas se não achar necessário, relaxe, a vida não é feita de promessas, mas de ações… Bora por a mão na massa?

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply