Comportamento

Nem sei mais quem é você

nem-sei-mais-quem-e-voce-ideias-da-fe

Nem sei mais quem é você. Mas, quem se importa? Queria que nossa amizade saísse do virtual. Às vezes o real assusta. Porém iria preferir te contar os babados pessoalmente e ouvir seus conselhos amorosos… 

Certo, não vamos falar de nós. Tô naquela necessidade de contar as novidades, então vamos começar do zero: me apaixonei, e foi à primeira vista. Loucura né? Só que você lembra da minha fraqueza?  Eu simplesmente me imaginando com vários livros, e de repente um cara trombar comigo e TAM, amor através de um olhar. Doideira, eu sei. 

Esse dia tão anormal chegou, mas não foi bem nesse cenário de livros, e estudo. Foi em uma festa. Claro, ele estava meio fora do normal, mas eu não consegui. Mesmo com as luzes coloridas e o ambiente um pouco escuro, em tons azul, vermelho, fiquei encantada com aqueles olhos e com o cabelo levemente arrepiado dele. Eu tenho queda por pessoas morenas? Será? Bom, o cara virou meu crush, e agora meu coração está doendo. 

Já posso imaginar sua risada maldosa, e seus lábios dizendo em alto e bom som: “Você vai encontrar alguém que te ame pelo que você é, mas não espere esse lance de trombar e apaixonar.”. Tenho coração frágil, pare de julgar. Vai dizer que nunca se sentiu assim? Um(a) completo(a) idiota por gostar de alguém que sequer sabe seu nome? Você já passou por isso. 

Não consigo arranjar maneiras de esquecer aquela voz,, aquele cheiro, aquela maneira engraçada de dançar. O que você faria no meu lugar? Devo me esconder e esperar esse medo/ansiedade passar? Quero tanto vê-lo de novo. Mas e se eu estiver acelerando as coisas? Será que achei que ele era a “pessoa certa” justamente por estar meio animada com a festa?

Meu amigo, nesse dia eu estava mais louca que o normal. Dancei e bebi um pouco de cerveja. Foi só dois copos, juro… Deve ter sido a música alta, as luzes perfeitas, e aquela dose de energia que fez meu corpo aguentar pular com um salto de 10 cm, e me sentir acalorada em pleno inverno. E então olhar aqueles olhos castanhos, e um pouco puxados, esquentaram meu coração.  

Engraçado que ninguém fala dos amores de inverno. Só de verão, que são criados em férias, e sol quente. Talvez seja ilusão, ou não? Só o tempo vai dizer… Ah, e muito obrigado querido amigo por me escutar mais uma vez. É, sei que você está lendo isso. A propósito, tem toda razão, alguém nesse mundo vai me amar de verdade. E tem grandes chances de ser mais rápido do que imaginei…

 

You Might Also Like

1 Comment

Leave a Reply