Lifestyle

Existe amor no Tinder?

ideias da fe

Quem nunca baixou o Tinder? Quem aqui, nunca, entrou em qualquer tipo de site de relacionamentos? 

Pois é, demais isso. Eu me vi conversando com vários tipos de pessoas. Os garotos que tiravam fotos sem camiseta, as mulheres que usavam batom vermelho e tinham uma biografia que dizia seu signo e seus gostos pessoais, ou então os  que pareciam nerds por usar óculos e afirmarem estarem cursando faculdade de ciências. 

A maioria, quando vinha falar comigo tinha assuntos vazios. Chegavam com aquele “Oii, tudo bem?” e assim que descobria que eu morava longe, ou que eu era mais nova do que o esperado, sumiam do mapa como se nunca tivesse existido. Como se eu fosse um “produto” descartado. Seja pela minha aparência, ou pelo simples fato de eu estar procurando amizade ao invés do sexo. 

Sim, a maioria procura isso. Pensei que fosse em menos intensidade mas o que mais existe é isso. Cadê o amor? Se baseia somente em beijos e amassos? É só isto? 

Cheguei a criticar o Tinder, e qualquer outra rede que fosse ligada a esses relacionamentos. Até baladas estava na minha lista negra. Mas, sabe qual é o problema? Independente de onde estejamos, as pessoas estão nessa vibração. Quer apostar quanto que na padaria, no Uber, na loja de roupa, existe uma grande quantidade de pessoas que não sabem ou não acreditam no amor e querem beijar,fumar, esquecer tudo?

Na faculdade mesmo, as pessoas se juntam para sair em grupos, beber, e fazer o quê? Ler historinhas fofas depois de sair do bar? Eu não acredito mais nas pessoas. Elas reclamam de amor, que querem encontrar a “metade da laranja”, o seu GRANDE AMOR, mas como? Como pretendem achar se não amam a si mesmas?

Essa atitude carente de conseguir alguém sem pensar nas consequências dá repulsa. Que valores estão sendo cultivados? Em pleno século 21, as pessoas conseguem viajar o mundo por um aparelho celular, conseguem saber o que está acontecendo na China em um clique, e não se abriram para um amor pleno? Um sentimento puro, que não é possessivo, não é criterioso com aparência, mas que cresce com atitudes sinceras, com surpresas simples, com um olhar que fala mais que “eu te amo”, com uma energia que percorre pelo corpo e que transborda através de sorrisos involuntários… 

Onde está a sensibilidade? A maioria procura a famosa metade, mas aí é que está o problema. Precisamos ser inteiros para ter uma relação saudável com alguém. E não procurar nossa felicidade em alguém. Dessa forma não há namoro ou casamento que dure. E então não adianta reclamar que “os homens são todos iguais” ou que “mulher  é muito cheia de frescura, é mais fácil curtir com os mano”. É fácil jogar a culpa no outro. 

Enfim, as pessoas deveriam abrir seus olhos e seu coração para o amor. Mesmo que esteja “difícil”,  ele existe. Se nos rendermos as famosas frases clichês que descrevi no parágrafo anterior, nunca sairemos do lugar. Já passou da hora de assumir o controle da nossa vida, e parar de nos fazer de vítima. ACREDITE! 

 

Lifestyle

Ouvir O Coração

ouvir-o-coraçao-ideias-da-fe

Você sempre saiu por aquela porta, e eu sempre me mantive calada. Dessa vez eu não consegui, algo ficou engasgado em mim. Queria te dizer que se amanhã não estivesse por perto, eu pude viver e aproveitar os dias contigo. Mas ao mesmo tempo que ia, chegava perto e eu me sentia bloqueada. É normal isso?

As palavras rodeavam minha mente mas não saiam pela minha boca. Um pequeno “Eu te amo” não chegava nos ouvidos dele. Por que isso? Eu tenho certeza do que sinto, mas parece que estou engasgada e não consigo falar mais o que está se passando no coração.

Posso escrever, mas não é a mesma coisa. Tem certas situações que exigem esse sentimentalismo, e de certa forma não salta para fora, fica preso em minhas memórias e pensamentos e só consigo balançar e cabeça e me contentar.

Espero que não demore o dia em que irei te abraçar mais forte e dizer tudo que sinto. Talvez eu precise me preparar para ouvir o que você tem a dizer, ou o que eu tenho medo de ouvir, minha voz interior que não mede distâncias, sonha e ama incondicionavelmente. Preciso de coragem para entender a mim mesma…

 

Lifestyle

5 meses

5-meses-ideias-da-fe

Seu nome sempre vem em minha mente.  Por que devo me lembrar de algo que já morreu? 5 meses sem você.  Até parece que algum dia vamos nos cumprimentar com um simples “bom dia” e voltar a falar descontroladamente  de nossas vidas, das mudanças durante esse tempo, e do quanto sentimos falta um do outro. 5 meses. Nem parece que foi tudo isso.

Tudo ia mais devagar quando tinha seus áudios gigantes para ouvir no final do meu expediente louco de trabalho. Até quando você atrasava para vir no meu apartamento, e aí para recompensar os 10 minutos cortados, você estendia mais e mais até dormir do meu ladinho. Porém, cá entre nós, seu cafuné era perfeito. Melhor do que nossa guerra de macarrão, o Spoky ficou feliz em ver os molhos voando e os fiapos amarelos de macarrão caindo no chão. Ficou o resto do dia sem comer, de tanto se empanturrar. Esse cachorro também sofreu com a nossa separação… Mas, viveu de forma aventureira também!

Viajar e chegar a praia com nosso cão de guarda e sentar na areia fofa e branquinha, tomar água de coco e ver o por do Sol… Que cachorro vivencia isso? A maioria conhece o parque, anda e pronto, volta para casa. Pelo menos no nosso relacionamento, um saiu ganhando: Spoky. Pôde aprender e conhecer maneiras de curtir a vida. Teve sorte de ser como um terceiro membro, um protagonista no nosso romance. Pelo menos ele não deve demorar 5 meses para aceitar que você não vem mais para casa. Que nunca mais vamos ouvir os tons malucos que você costumava inventar com o violão, ou estender aquela toalha amarela, com seu perfume, que me deixava abobada.

Esses pequenos detalhes parecem idiotas, e sem relevância no dia a dia, mas isso é engano, porque o amor em si, é feito de coisas simples, pequenas, que tem o poder de transformar nosso mundinho em um universo inteiro. Expande sensações, ideias, e o melhor de tudo, traz confiança de que o que faz o nosso coração bater e sussurrar o nome desse alguém, é a alma encantadora. É o olhar doce, os dedos cumpridos, e o cabelo desgrenhado. É o tom da voz, é a forma de proteger, e o aconchego… é pura magia.

 

Entrevistas

Entrevista com Pedro Salvador

Pedro Salvador. Já ouviu este nome? 

Provavelmente você se lembre do post que fizemos sobre ele, aqui no Blog. Mas, como o site está em mudanças resolvemos chamá-lo para refazer o post, com uma pequena entrevista. Vamos lá?

Pedro tem 22 anos, nasceu em Guarulhos, e ama atuar. Ele trabalhava como estoquista, quando certo dia, recebeu um convite: fazer parte de uma peça de teatro. Daí em diante não parou mais, e então sua paixão pelos palcos, aumentou. 

Pedro-1 Entrevista com Pedro Salvador

1- Onde você começou a atuar?

Pedro: Comecei a atuar no Espaço Cultura em Mairiporã, depois fui para o Macunaíma, uma escola maior. Entrei em uma agencia de atores, e fiz uma ponta na novela Verdades Secretas. Logo depois fui fazer uma participação em Haja Coração como mendigo, mas a cena que fiz com a atriz Carolina Ferraz foi cortada e acabou não sendo usada pelo motivo de ter duas cenas iguais. 

2-Quem te inspira bastante a ser ator?

Pedro: Artistas americanos. Meus planos artísticos para o futuro é estudar cinema nos EUA.

3-Você imaginou que chegaria a atuar ? Ou nunca passou pela cabeça?

Pedro: Nunca passou pela minha cabeça, eu não gostava de teatro…  Só quando fiz que peguei amor e fui que fui.

4-E seus pais aprovaram ou acharam isso careta?

Pedro: Apoiarammm (risos) . Os dois que pagaram meus cursos de teatro no começo de tudo.

5-O que você adora fazer no tempo livre?

Pedro: Sair, festas, andar de moto, viajar, namorar (risos)

6-E falando em namorar, como anda o coração? 🙂

Pedro: Olha, o coração tá muito bom viu, to em um relacionamento com meu futuro (risos)

 Acho que namorar agora seria ruim pra mim, já que estou no começo de tudo.

7- Quanto a televisão? Pretende voltar quando? Queremos mais novelas!

Pedro: Pretendo voltar o mais rápido possível, mas antes preciso estudar um pouco mais rs

Pedro-1 Entrevista com Pedro Salvador

Um pouquinho mais sobre Pedro:

Signo: Touro

Frase: “Subir sempre, mas descer quantas vezes forem necessárias pra ajudar o próximo”

Medo: morrer 

Música: Sertaneja

Um livro:Faço O Amor Valer A Pena

Se pudesse fazer qualquer coisa seria: Ir embora agora para os Estados Unidos (risos)

Uma pessoa: Minha mãe <3  

 

Lifestyle

Do que você se esconde?

do-que-voce-se-esconde-ideias-da-fe
 
By: Diana Turola