Browsing Tag

conhecer

Comportamento

Encontro comigo

encontro-comigo-ideias-da-fe

Há uns 8 meses eu já estava planejando viajar e me encontrar. Poupei dinheiro aqui e ali. Deixei de sair e ir beber no meu bar favorito que era ali, na esquina sabe? Com cadeiras coloridas, umas luzinhas de led no balcão e um cheiro muito bom de vinho. Eu simplesmente me sentia viva indo até lá (mesmo que sozinha) e sentar, pegar um copo de vidro e saborear o álcool que que ia me envolvendo e me trazendo a leveza, de finalizar mais um dia de trabalho.

Não havia sensação mais reconfortante do que terminar aquela bebida, e ouvir uma pequena banda tocar músicas que eu jamais teria na minha playlist do Spotify, mas que naquele momento, fazia muito sentido para mim. E então, vinha a exaustão, e eu sabia que a hora de ir para casa e me preparar para o próximo dia de trabalho estava por vir.

Era incrível, destrancar a porta de casa, e tirar as botas, pisar no meu tapete macio, jogar a bolsa no sofá e ligar o chuveiro para tomar um banho bem quente. A água tocando cada parte de mim, os pensamentos vindo à tona, mas quem liga? 

Eram pequenos prazeres da vida, sabe? E agora posso apenas me aventurar. Esse tempo todo me “privei” de gastar e agora basta fazer as malas. Veio um frio na barriga ao pensar nisso, quer dizer, será que eu acharia algum lugar para tomar um banho assim, quentinho? Será que terei um local legal para dormir, e tirar meus sapatos, sentir o mesmo prazer de esticar os dedos e pisar em um tecido macio? Resolvi espantar esses pequenos fantasminhas da mente. Melhor pegar o passaporte, e já sonhar com as boas possibilidades que me esperam quando eu entrar no avião… 

Comportamento

Você sabe como tirar as coisas do normal

Você sabe mesmo como tirar as coisas do normal e deixar tudo com mais graça. Toda vez que meu celular apita meu coração dá uma leve disparada. Fico ansiosa para ler o que tem a me dizer. Parece algo tão natural, eu e você. Há uns dois anos eu diria loucura, gostar de alguém como você. Quer dizer, talvez eu esteja gostando… Ainda é algo incerto. 

Antes eu só queria sentir alguma coisa. Porém tem algo por trás de você que me encanta de uma forma inexplicável. Não sei se seria sua inteligência, sua maneira de me olhar de lado, com esses olhos verdes ou o jeito com que pronuncia : “Good”. Talvez seja essa camiseta azul que você insiste em usar desde a primeira vez que nos conhecemos, ou então a simplicidade em explicar para mim o que seria um vinho doce. Existe uma maneira particular de dizer certas palavras. E essa forma excêntrica me deixa hipnotizada. Será que isto vai ter fim? 

Os bad boys malucos e insensíveis sempre tiveram meu coração na mão, e você pelo visto não o quer do mesmo jeito. Qual é a sua?

Sei que várias amigas vêm me alertar sobre a possibilidade de te perder, assim como os outros que já passaram na minha vida. Mas eu não consigo. Viciei em sua energia. Preciso conhecer mais, saborear mais esses segundos que estamos juntos. Você está me viciando… Será que estou maluca?

Um fogo arde dentro de mim e o desejo de te ver mais uma vez aumenta. O dia fica lento e estático sem você.

Por incrível que pareça estou adorando sentir aquela ansiedade, aquela vontade de ajeitar o cabelo (já que vamos nos ver mais uma vez) , aquele frio que desce até a barriga e percorre pelo meu ser ao ver sua silhueta me esperando na entrada da Cafeteria. Quero saber qual seu restaurante favorito, qual música você mais escuta no Spoity, qual sua mania mais estranha ou aquele hábito que você tem desde criança. 

Pode ser que chegue um dia em que vai dizer que cansou e se despedir. Pode me escrever, me ligar, mesmo que seja para me avisar que nunca haverá um “nós”. Não tem jeito. Seu nome ainda vai batucar na minha cabeça e para te esquecer vou ter que viajar para o mais distante possível. Me anestesiarem coisas que me viciam assim como você…