Browsing Tag

coração

Comportamento

Resiliência e as gotinhas do chuveiro

resiliencia-e-as-gotinhas-do-chuveiro-ideias-da-fe

Tomei um banho que me fez despertar. Mas foi bem intenso, porque cada gotinha de água parecia limpar minha alma, meus sentimentos. Que sentimentos? 

Quase todos. Meio que renovei. Toda mágoa, toda raiva, toda indiferença, todo carinho, toda paciência, toda a saudade, parece que correu pelo ralo. Sabe quando um copo está vazio? 

Pois então, me vi assim, pronta para mais emoções. Realmente RENOVADA. Mais forte quem sabe? Porém com a mesma essência, com os objetivos mais concretos, com consciência de que caminho vou precisar percorrer e totalmente disposta a passar por cima de toda e qualquer barreira que venha à minha frente.  

Essa energia me invadiu tão fortemente que eu não me contive. Ciclo novo? Com certeza. Tudo tem um começo e um fim. Fico feliz que seja hora de entrar em outro capítulo da minha história. Agora posso dizer que sei o que é sentir na pele a tal resiliência… pensei que era algo mais poético do que realmente vivível. É lindo ler os textos sobre isso, mas ter a chance de ouvi-lá batendo na sua janela é meio aterrorizante…

Me desliguei da minha capacidade de superação, de que eu poderia ser mais forte ou de que eu deveria merecer o melhor e a resiliência fez questão de mostrar o quão especial eu sou, e de quanto poder tenho em minhas mãos. Ela e o as gotinhas do chuveiro, iluminaram meu interior. 

 

Você tem o melhor cheiro do mundo

Papel de bonecos

Comportamento

Versão de você

versao-de-voce-ideias-da-fe

Fechei meus olhos na procura de uma pedaço seu. E aí de repente lágrimas começaram a brotar,e escorrer levemente pelo meu rosto. Você não tem noção de como eu queria que tudo tivesse sido simples. Vejo você em mim, e não há nada que posso fazer, a não ser, ouvir essa versão de você conversar a todo momento comigo. Ela diz sempre: “Por que não diz o tal “eu te amo” logo?”, “por que correr da vulnerabilidade se desde o começo eu deixei clara as intenções?”. Você é muito irritante aqui dentro. 

Ao menos na vida real, a gente mal troca uma palavra. Isso é saudável para nós, acredito eu. Fora a distância, que realmente ajuda no sentido de eu apenas andar pela rua tranquila, porque eu sei que há uma chance de 1% de trombar contigo por algum quarteirão. Mas não posso deixar de notar que quando ouço alguém dizer que gosta de xadrez, sua imagem é a primeira que vem a mente. Ou quando alguém que usa óculos senta do meu lado na livraria. Ou então quando vejo alguém dizendo que é do Sul (é, me lembro das histórias fantásticas de suas viagens para lá). Mas independente disso, sua versão que criei mentalmente me atormenta e me mostra seu nome até em comercial de margarina. Ou faz uma ligação com o seu nome. O grande objetivo desse seu eu irritante é mostrar que você jamais deve sair da minha vida.

Confesso que não sei porque insisto em visitar esse pedaço seu que vive em mim. Não é saudável da minha parte. Me machuca, me enraivece, me entristece. Estou contando os dias, as horas, os minutos para ver o momento que realmente poderei estar em paz e seu nome passar bem longe dos meus pensamentos. Ilusões não são boas… ainda mais quando estão ligadas ao coração. 

 

Comportamento

Real significado

real-significado-ideias-da-fe

Ok, acho que agora sei o real significado de “viver a vida”. Eu estava ouvindo essa pequena frase há um mês! E por incrível que pareça, cada um que me dizia isso levava essas três palavras para o sentindo amoroso. Não que ter um amor, seja algo ruim, mas será que viver a vida em si seja apenas relacionado aos assuntos do coração? 

Quer dizer, durante nossos dias, usamos a razão, e almejamos coisas de forma racional também. Claro que razão e coração se complementam, porque precisa-se de um equilíbrio. Mas, o real sentido de “viver a vida” talvez esteja além do que a gente imagina. E se for a junção dessas duas coisas e servir para tudo? 

Será que viver a vida seria trabalhar em um lugar que te completa e te trás prazer? Será que viver a vida, talvez seja programar uma viagem e ir, assim, sem porque e sem para quê? Ou seria comer coisas saudáveis mas às vezes sair da rotina e arriscar tomar aquele açaí com leite condensado que seus ( suas) amigos(as) condenam? Ou se casar, com quem tanto ama, sem aquelas formalidades?

Há tantas formar boas de viver a vida. De se descobrir, de se amar, se reinventar, se perdoar e se permitir conhecer comidas novas, pessoas novas, lugares novos, estilos novos, e para que se prender tanto e se cobrar tanto? 

Enfim, o verdadeiro significado de viver a vida, é apenas buscar sua felicidade, dando tempo ao tempo. Independente do que você queira, corra trás, espere, receba os resultados e aproveite, cada segundo (até aqueles em que você está morrendo de medo) porque estão te trazendo cada vez mais perto dessa felicidade. E no fim, você ainda vai rir disso tudo… 

Comportamento

Não é demérito nenhum

Não-é-demérito-nenhum-ideias-da-fe

Acordei pensando que o dia seria uma batalha a mais para enfrentar. Vesti minha jaqueta, prendi o cabelo e coloquei meu melhor brinco. Por algum motivo sentia que vinha um desafio em breve, e queria estar com estilo na hora de dar de cara com a dificuldade. E falhei. Ok que algo aprendi, erros são cometidos para que possamos aprender algo, certo? 

Mas até que ponto podemos nos permitir errar? Se a gente continuar agindo sempre da mesma forma, não iremos jamais crescer e evoluir. Cai naquela maravilhosa frase de Lavoisier, que ouvi na aula de química (e que ao me ver, tem muito mais filosofia do que moléculas e números hehehe ): “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”

E de onde vem a força para mudar nosso ângulo, para sair da zona de conforto, para enxergar mais claramente a vida e as falhas? 

São tantas coisas para se analisar que acredito que um texto aqui não seja o suficiente. Porém, acredito que o primeiro passo seja justamente admitir que está errando, e deixar de inventar desculpas para isso. Ninguém precisa ser “o dono da verdade” e não é demérito nenhum isso. Ao contrário, há uma beleza e uma simplicidade por trás de um “me desculpa” que vem do fundo da alma, há uma autenticidade em lágrimas que demonstram por si só, que as coisas não saíram como o esperado, há um pingo de leveza em um abraço após uma discussão. As coisas não são tão ruim quanto parece ser. E se despertar o olhar para isso, amar e agradecer passa a ser as duas portas de saída de um erro ou situação complicada. <3 

Comportamento

Se não for para acrescentar melhor nem ficar. 

se-nao-for-para-acrescentar-melhor-nem-ficar-ideias-da-fe

Sinto uma paz dentro de mim… eu finalmente consigo dormir em paz sabe?

Coloquei para fora minha angústia e disse o que sentia por você. Sinceramente eu não sei porque você reagiu de forma agressiva. Esperava que pelo menos entendesse meu ponto de vista, porque sim, sentia muito a sua falta. Havia um buraco no meu coração e queria sair daqui, pegar um avião o mais rápido possível e te encontrar no aeroporto, envolver meus braços nos seus ombros e não de soltar. Queria sentir seus dedos em meu cabelo, e dormir em seu colo. Ficar assim pelo resto da vida. Você me fazia sentir que havia uma proteção, como se o mundo jamais fosse me derrubar, justamente por eu estar na sua companhia.

Como foi que tudo ficou estranho?

Foi só eu dizer que te amava para tudo mudar da água para o vinho. Você ficou grosseiro, frio, e agiu como se eu fosse apenas uma garota apaixonadinha enquanto você era o tal bad boy, descolado e desapegado. Não tem ideia de como isso machucou. De como ainda me machuca. Graças a este modo de agir, sinto como se tivéssemos nosso elo quebrado. Como uma parede que nos impede de conversar naturalmente, que nos afasta a cada dia mais e mais. 

Se valeu a pena correr atrás e tentar transformar nossa história em um conto de fadas?

 Não. Sua chance se foi. E já tava na hora de você ir embora também… Se não for para acrescentar melhor nem ficar.