Browsing Tag

entrevista

Entrevistas

Entrevista com Silvia Oliveira sobre semi joias

Sabe quando muitas vezes aparece uma festa e você não sabe se põe um brinco de rendodinho pequeno ou aquela argola gigante? A Silvia vive lidando com isso. Vira e mexe posta em seu Instagram, dicas de como usar aquele colar que tem uma pedrinha no meio, ou aquele que brilha e trás um toque de glamour. Pensando nisso, chamei ela para uma entrevista, e falar um pouco sobre semi joias. Bora?

A economista Silvia Oliveira criadora da marca Semi Joias Oliveira, tem 51 anos, nasceu em São Paulo, trabalhou como gerente de banco por mais de 10 anos, e hoje tem seu site onde disponibiliza peças para venda. 

1- Bom Silvia, vamos começar nossa entrevista. Conta para gente como que você começou com as semi joias. Como surgiu essa ideia? 

Silvia: Há aproximadamente 7 anos comecei a pensar em empreender e comecei a fazer cursos sobre artesanato e eis que surgiu um de bijuterias. Adorei curso e resolvi me aprimorar nesse segmento. Comecei a produzir como passatempo e daí foi um passo para que as amigas e parentes fizessem encomendas. 

As encomendas cresceram e um pequeno negócio foi tomando forma. Logo as clientes começaram a pedir por semi joias e após intensa pesquisa sobre segmento, resolvi iniciar esse negócio. Com o tempo abandonei as bijuterias e foquei somente em semi joias. 

2- Isso é muito legal. Mas assim, o que é uma semi joias?

Silvia: São peças fundidas em ligas metálicas que recebem várias camadas de banho, incluindo o antialérgico e uma espessa camada de metal nobre. Os principais metais nobres utilizados podem ser o ouro 18k, a prata ou o rhodium. 

entrevista-com-silvia-oliveira

Imagem/Reprodução: Aulore Joias

 

3- As bijuterias são facilmente encontradas e geralmente tem um valor bem mais baixo do que a semi joia. Até em lojinha de R$1,99 podemos encontrar várias bijus lindas, mas explica para gente, quais são as principais diferenças entre bijuterias e semijoias? 

Silvia: As bijuterias são geralmente produzidas com materiais de qualidade inferior, sua durabilidade muito reduzida, oxidam rapidamente e com produtos químicos e até mesmo níquel e cádmio, que causam alergia e outros problemas. Muito comuns em produtos importados da China. Quando banhadas recebem uma camada bem reduzida de banho, comumente chamado de flash. Daí serem muito baratas. Geralmente os fornecedores não oferecem nenhuma garantia. Importante ressaltar que nas bijuterias as pedras são colocadas e nas semijoias são cravejadas.

4- Quais são as pedras utilizadas nas semijoias? 

Silvia: Empregam-se cristais, zircônias e pedras naturais. 

5- Pesquisando sobre o assunto, ouvi falar muito sobre tecnologia anti alérgica. O que é isso? 

Silvia: No processo de produção aplica-se um verniz antialérgico. No caso das nossas peças, além dele todas as ligas são isentas de níquel e cádmio. 

6- Sim sim, certo. E como é feita a divulgação das peças? Como que as Semi Joias Oliveira está se desenvolvendo? 

Silvia: Nesse período desenvolvi fornecedores, parceiros de serviços de banhos, sistemas, e grupo de mais de 30 revendedoras em minha região. A qualidade das peças e o diferencial no atendimento me levaram a ter clientes em diversas regiões, principalmente na cidade de São Paulo e até em outros estados.  

7-E quanto as novidades? O que vem de novo para 2019 na Semijoias?

Silvia: A tendência de 2019 vai ser excesso de informação. Os maxi brinco, maxi argola, maxi colares. A forte mistura de tons de pedras também. As coloridas, ou em degradê… Enfim, as semi joias bem usadas podem ser sinônimos de elegância e dão aquele diferencial no seu look, então saiba usá-las. 

Bom gente, ficamos por aqui, mas se você tiver curiosidade de acompanhar mais de perto o trabalho da Silvia, acesse: Instagram Semi Joias Oliveira   ou  Facebook Semi Joias Oliveira  ou então Loja Silvia Oliveira SemiJoias

Até mais. <3

 

Veja mais entrevistas:

Entrevista com Gabriel Drysdale

Entrevista com Augusto Alvarenga

 

Entrevistas

Entrevista com Marcus Yu Bin Pai

Entrevista-com-Marcus-Yu-Bin-Pai-ideias-da-fe

 

O coração bate a mil, a cabeça não para de pensar, uma adrenalina percorre todo o corpo. Isso vale para uma prova, entrevista, primeira viagem ao exterior, ou até uma cirurgia. Temos milhões de tarefas para realizar, planos, sonhos, e o relógio corre, fazendo com que os dias se tornem meses em um piscar de olhos. Hoje é dia 01 e quando menos nos ligamos, já é dia 15, e o mês já está no seu final. O que a gente fez, além de dormir mal, de comer de forma desregulada por conta da pressa, de brigar, se estressar e se frustrar por não conseguir abraçar o mundo e fazer TUDO que havia colocado no papel? 

Vivemos nessa busca desenfreada pela perfeição. Temos que seguir aquele padrãozinho: estudar, trabalhar, namorar, casar, ter filhos, e envelhecer. Há poucos com coragem o suficiente que saem desse círculo, e exploram novas possibilidades. Viver com essa ideia de que tem que ser tudo de acordo com a “forminha”, seguindo o que todos fazem, causa muito impacto no coração, na alma e na mente, por isso, trago ao blog o Dr. Marcus Yu Bin Pai, paulista, médico especialista em Acupuntura e Dor desde 2012, para conversar com a gente sobre ansiedade e estresse.  

Entrevista-com-Marcus-Yu-Bin-Pai-ideias-da-fe

Imagem/Reprodução: Marcus Yu Bin Pai

1- Bom Dr, hoje as pessoas tem rotinas mega malucas e fazem de tudo para sobreviver e ter seu salário, sua casinha, suas coisas. Umas se submetem a acordar quatro horas da manhã por exemplo, e chegar em casa meia noite. Aí não consegue descansar, ter vida social, porque as folgas são mínimas e ainda assim a pessoa luta pela sua independência. Quais são os sintomas, que acusam que já está na hora de parar, e reformular toda essa rotina? Quais são os sintomas muito graves, que muitas vezes não são levados a sério? 

Dr: Nos dias atuais, a correria da vida moderna e, principalmente, as exigências do trabalho parecem levar rapidamente as pessoas a um esgotamento físico e mental. Pressão excessiva, sensação cansaço desproporcional no trabalho, jornadas longas, isolamento, perda de vontade e ânimo para ir ao trabalho e a ideia de que nada do que você faz é o suficiente. 

O conjunto desses sintomas tem nome: síndrome de burnout, ou em português, a síndrome do esgotamento, relacionada ao esgotamento ocupacional que provoca um estado de tensão emocional e estresse crônico. 

Além do esgotamento físico e emocional, outros sintomas que podem ser graves e não são levados a sério incluem a sensação de distanciamento do trabalho, irritação ou indiferença em relação aos outros e a sensação de ineficiência e incapacidade – o que pode levar ao desenvolvimento de depressão, ansiedade e até meso uso de drogas. 

Um dos primeiros sintomas a serem notados por quem sofre com a síndrome, é de esvaziamento de energia. A pessoa sente uma exaustão física e mental tão grande que não há final de semana ou férias que possa resolver. Afinal, nós somos seres humanos, não máquinas, nossa energia se esgota.

2- O estresse e ansiedade, podem ser tratados com a acupuntura? Porque remédios muitas vezes parece que deixam a pessoa fora do controle, meio adormecida, e pode deixar seu rendimento menor. Agora, a acupuntura por ser uma terapia milenar chinesa, não tem nenhum fator que seja prejudicial para o corpo, não é?

A ansiedade deve ser tratada quando ela trabalhar o andamento das atividades diárias. A acupuntura tem bons efeitos no tratamento de ansiedade e estresse. A acupuntura vem sendo cada vez mais utilizada como tratamento adjuvante ou complementar para ansiedade e estresse. 

O tratamento de acupuntura para o estresse e suas manifestações sistêmicas e psicológicas é bastante satisfatório. 

Não há efeitos colaterais graves. Alguns pacientes podem apresentar leve dor no local da picada, ou pequeno sangramento. A acupuntura não apresenta efeitos adversos que podem surgir como em medicamentos antidepressivos, tais como: náuseas e vômitos, sonolência excessiva, constipação, e ganho de peso. 

3- Como funciona a acupuntura? Deve ser feita de quanto em quanto tempo? 

O tratamento da acupuntura, por meio de estímulo pelas agulhas e outros instrumentos, em pontos específicos do corpo, produz uma série de reações locais e sistêmicas, resultando alívio dos sintomas de forma imediata ou progressiva. 

As ações de acupuntura são pela via nervosa- explicando de forma resumida- há a liberação de substâncias como a endorfina, dopamina e serotonina em várias regiões do cérebro, resultando um efeito de relaxante, alívio de dor, antidepressivo, e de relaxamento muscular. 

Com a acupuntura, associada ao tratamento psiquiátrico e psicoterapêutico, ou utilizada exclusivamente o uso de ansiolíticos pode ser reduzido ou até mesmo suspenso

Geralmente quando tratamos quadros de ansiedade crônicos, recomendamos 2 sessões semanais por 3 meses, já que a acupuntura é uma terapia que irá afetar a neuroquímica cerebral. Os resultados podem surgir depois de aproximadamente 5 a 10 sessões, com um leve relaxamento. 

4- Pessoas de qualquer idade pode fazer acupuntura? Vi que existem muitos tipos de acupuntura: a auricular, a estética e a para emagrecer. Nos explica por favor qual a  diferença entre elas? 

A acupuntura é um tratamento bem seguro, podendo ser realizada em crianças e idosos. As únicas contra-indicações ao tratamento são pessoas que tem fobia (ou seja, medo excessivo) de agulhas, ou que tenham infecções generalizadas na pele. Inclusive, há médicos pediatras que fazem acupuntura com estímulo de laser em bebês, para tratar cólicas e dificuldades no sono.

Existem alguns outros tipos de acupuntura, dependendo do que queremos tratar ou estimular.Por exemplo, a acupuntura auricular, ou auriculoterapia, é uma técnica que estimula os pontos através de sementes que são inseridas na orelha do paciente. Ela apresenta bons resultados e, em uma pesquisa realizada na Universidade de São Paulo, apresentou redução de 20% de ansiedade moderada e alta. 

Já a acupuntura estética consiste no uso de agulhas bem finas, inseridas em pontos da face, par diminuir rugas e linhas de expressão. É técnica realizada em algumas clínicas do país, porém os resultados podem demorar a surgir, e não beneficiam todos os pacientes. 

Já a acupuntura para emagrecer, apesar do nome, não funciona bem assim. A acupuntura não faz você perder nenhuma grana. O que a acupuntura pode ajudar é nos casos de ansiedade e compulsão alimentar, ajudando a diminuir a sensação de fome exagerada, diminuindo aos poucos as compulsões e exageros alimentares. Só funciona quando associada a um plano de dietas e exercícios adequados. 

Entrevista-com-Marcus-Yu-Bin-Pai-ideias-da-fe

Bem, da minha parte foram essas as perguntas. MAS, você, leitor, me mandou lá no insta perguntas sobre o tema, certo? Selecionei 4. Veja a seguir:

5- Ansiedade é o que mais tenho e não consigo controlar. O que fazer?  

Os sintomas da ansiedade generalizada vão muito além da ansiedade regular que as pessoas vivenciam no dia-a-dia. Os impactados são acometidos de forma crônica, e geram experiências de preocupação e tensão severas, normalmente sem causa. 

Existem algumas dicas que podem aliviar a ansiedade, como uma alimentação equilibrada, repouso adequado, a prática de exercícios físicos moderados (como corrida, natação). Alguns estudos recomendam caminhadas, como por exemplo mais de 10.000 passos por dia, para a liberação de endorfinas e serotoninas. Muitas vezes é preciso uma auto-reflexão , entender o que está causando a ansiedade, ou se há algum gatilho por trás (como um problema familiar, no trabalho). Só assim podemos identificar fatores internos e externos que estão atrapalhando, ajustar nossa rotina. 

Porém, para algumas pessoas é necessário fazer um tratamento médico. Medicamentos e terapia psicológica são  o tratamento inicial recomendado para essa doença. A acupuntura pode ser uma aliada no tratamento de ansiedade e estresse, principalmente leve a moderado. 

6- Como combater estresse no trabalho?

O estresse no trabalho pode vir de várias maneiras. Pode ser por causa das jornadas longas, do ambiente pesado, dos colegas ou chefes. É preciso avaliar e tentar diminuir as pressões externas, tentar encontrar alternativas para o trabalho ou estudo. Se não possível, é importante pensar em mudar a maneira de pensar, ou então realizar atividades anti-estresse. Há estudos que mostram que a meditação ou mindfulness podem ser bons adjuvantes no dia-a-dia, com benefícios como melhora de foco, concentração e memória. 

Às vezes, porém, se nada funcionar, pode ser necessário mudar de trabalho mesmo, para pensar na saúde. 

7- Como eu faço para me acalmar? 

É importante sempre se avaliar, olhar os seus hábitos, atitudes e desculpas, e buscar procurar algum gatilho ou motivo para tanto estresse. É importante identificar comportamentos que aumentam seu nível de cansaço e irritação que acabam gerando o estresse. 

Há várias estratégias para tentar combater o estresse. Um diário de registro do nível de estresse pode ajudar a identificar os estresses do dia-a-dia, e ver como você lida com eles. Outras formas incluem tentar mudar a situação que o estressa, seja evitando ou alterando ele. Pode se também mudar a sua própria reação, como aceitando o fator estressante ou se adaptando. 

É preciso também tomar cuidando com formas prejudiciais de lidar com o estresse, como beber álcool em excesso, exagerar na alimentação, afastar-se dos amigos e familiares, diminuir atividades de lazer, procrastinação, evitar a qualquer custo enfrentar os problemas.  

Acabou a entrevista, mas caso você queira conhecer mais o trabalho do Marcus, clica no link do Instagram dele: https://www.instagram.com/drmarcuspai/ 

Ok? Este post foi feito justamente no mês de setembro, e vocês sabem que está sendo bem abordado o assunto da depressão, suicídio, por ser o setembro amarelo, né? Achei muito bom essa entrevista cair bem neste momento em que os olhos estão voltados a isso. Temos que nos cuidar, nosso corpo é o nosso lar, e como o próprio Dr disse “Às vezes, porém, se nada funcionar, pode ser necessário mudar de trabalho mesmo, para pensar na saúde. “. Temos que levar isso para vida, porque o que está em jogo e o que realmente importa é a nossa  saúde, mental e física <3

 

 

 

Entrevistas

Entrevista com Mariana Menezes

Mariana Menezes, mais conhecida como Mari, mora em São Leopoldo e possui um blog chamado Letras na Gaveta. Estudante de Publicidade e Propaganda, ela não dá mole não. Tem 20 anos e trata com muita delicadeza e sensibilidade assuntos relacionados a organização, intercâmbio, crescimento pessoal, lifestyle. Já conhece o canal dela? Confira o último vídeo que ela postou! Achei mega importante para gente que vive na correria e fica perdido na hora de montar um cronograma legal para o dia render… 

 

Vi esse vídeo e outros de intercâmbio, AMEI e chamei ela para vir aqui no IDF fazer uma entrevista. Vamos para a primeira pergunta?  

1- Mari é um prazer ter você aqui. Como primeira pergunta, gostaria que você contasse para gente o porquê do seu blog se chamar Letras na Gaveta. Qual o motivo?

Mari:  Muito obrigada! Eu que agradeço por ter me convidado para esta entrevista, fico muito feliz <3 Então, eu sempre gostei muito de escrever e estava pensando em um nome pro blog que combinasse comigo, já que inicialmente ele era só de textos. Na época, eu acompanhava um blog chamado Borboletas na Carteira, que eu gostava muito. Em cima desse nome, comecei a pensar quais eram as minhas “borboletas”, e aí pensei nos textos que escrevia e guardava na gaveta do meu criado-mudo e na minha escrivaninha. Aí me veio a ideia Letras na Gaveta!

2- Você já tem várias experiências com blogs, né? Por que você quis continuar trabalhando nesta área? Teve algo que te motivou, inspirou, para continuar seguindo? 

Mari: Sim, tenho blogs desde os 10 anos de idade. Eu sempre gostei muito de mexer no computador, desde criança, então foi algo que naturalmente cresceu comigo. A internet e os blogs mudaram muito desde aquela época, e eu acompanhei essa mudança. Eu sempre quis mostrar algo pro mundo, algo que eu soubesse fazer, e eu percebi que poderia fazer isso através do meu blog. Sempre ficava muito feliz quando recebia um novo comentário falando sobre os meus textos, então isso me motivava cada vez mais. Foi algo bem natural, nunca pensei em trabalhar com isso, até porque na época nem se falava sobre isso, heheh.

3- E quanto ao canal? Como você consegue se organizar para postar tudo certinho? Porque tem um cronograma né? Mas na prática, para por a mão na massa, é meio tenso hehehe 

Mari: Pois é, uma época eu era bem desorganizada com o canal, pois não me dedicava tempo suficiente pra isso. Eu não levava muito a sério, postava vídeos como hobbie mesmo. Depois, quando decidi que ia me comprometer de verdade, passei a me organizar. Desde que voltei do intercâmbio me comprometi a ter vídeos prontos com pelo menos 2 semanas de antecedência, e está funcionando! Tiro dias só para gravar, outros só para editar e SEMPRE organizo os próximos vídeos com muita antecedência, mais de 1 mês. Depois só vou gravando, editando e fazendo ajustes necessários. Desde que passei a me dedicar a internet integralmente, consegui me organizar bem mais. Pra isso uso sempre meus cadernos de planejamento e tiro dias só para planejar e fazer roteiros!

4- E a facul? Tem vídeos lindos que você gravou no intercâmbio em Dublin! Você deu um pause na facul? E inclusive, o que achou da viagem? As pessoas lá fora te receberam bem?

Mari: Eu fui fazer o intercâmbio durante as férias da faculdade, então perdi só uma semana de aulas, no começo desse ano. Mas agora eu dei uma pausa pois vou trocar de curso (vai sair vídeo no canal sobre isso sexta-feira!). A viagem foi incrível, não sei nem como descrever, mas foi a melhor experiência que já tive na vida. Os irlandeses foram incríveis, nossos professores foram maravilhosos e não vejo a hora de voltar pra lá. Chorei muito no dia que voltei pra casa, pois me apeguei muito a Dublin e ao nosso dia a dia lá, heheh. Mas ainda voltarei!

entrevista-com-mariana-menezes-ideias-da-fe

Imagem/Reprodução: Letras na Gaveta

5- Você trabalha com o que? Deu para conciliar com a viagem? E seus pais deram incentivo na questão de estar fora com seu namorado? 

Mari: Há mais de 1 ano deixei um trabalho fixo que tinha para me dedicar somente ao blog e ao canal. Estou trabalhando também em cima de um novo projeto, que logo irá ao ar! Então durante a viagem, trabalhei pra caramba, já que estava sempre produzindo conteúdo. Mais pro final, dei uma pausa pois precisava aproveitar mais o intercâmbio. No início meus pais não curtiram muito a ideia pois não me queriam longe de casa (eles são muito apegados a mim), mas depois eles me apoiaram pois sabiam que eu sempre tive esse sonho. Por ser com o meu namorado, eles não tiveram problema com isso, ficaram super tranquilos =)

6- Falando em incentivo, eu fiquei muito chocada vendo que você comentou em seus vídeos sobre meditação. Poucas pessoas praticam e na nossa  faixa de idade, a maioria está preocupada com coisas mais materiais. E a meditação já trabalha a parte interior, o equilíbrio emocional… Teve alguém, que te mostrou essa prática e você aderiu, como foi que descobriu a meditação? Você se sente bem praticando? Mudou algo na sua vida?

Mari: Sim, é verdade! Eu comecei a meditar por causa dos livros que li e que falam sobre a prática (O milagre da manhã, por exemplo). Mudou completamente a minha vida, hoje em dia não me vejo mais sem praticar meditação. Agora pratico todos os dias pela manhã, assim que acordo. Me sinto muito mais conectada comigo mesma, sabe? Recomendo que todo mundo faça, é um momento só teu e com os teus pensamentos!

7- Quando sair os vídeos falando especificamente  sobre isso eu irei acomapanhar rs. Porque mexe demais com a saúde da gente né? AAAAAAA uma pergunta que não quer calar: qual é o seu maior sonho? Porque no seu blog, tem aquele projeto 101 Coisas em 1001 Dias, em que você listou itens para serem realizados em praticamente 3 anos! Tem algum item lá que seja um sonho muuuuuuuuuito grande? 

Mari: Então, a lista de 101 em 1001 acabou dia 24 desse mês! O meu maior sonho daquela lista era morar fora, que quando coloquei na lista achei que não ia se realizar (eu queria muito, mas pensava que era quase impossível, apesar de manter as esperanças!), e eu realizei! Mas o meu maior sonho é poder viajar o mundo todo com o meu namorado, já que queremos conhecer todo e qualquer lugar <3

8- Nossa entrevista chegou ao fim =( Mas te agradeço por ceder um tempinho para ficar comigo e com os leitores do IDF!!! Uma última pergunta: qual é o próximo destino? Leva a gente junto com seus vlogssss! São sensacionais! 

Mari: Muuuito obrigada, eu que agradeço ter me convidado! Meu próximo destino é um mistério até pra mim, mas espero que eu ainda possa visitar lugares tão incríveis quanto Dublin, heheh =)

 

Entrevistas

Entrevista Banda Muranno

Nesta semana uma amiga comentou comigo sobre uma banda chamada Muranno. Me passou o link e eu, curiosa, cliquei achando que ouviria um sertanejo comum. Assim que o vídeo começou a rodar, fiquei embasbacada. O ritmo parecia latino, a letra era suave, e depois que descobri que esses meninos lançaram como banda, há aproximadamente 15 DIAS! Meu queixo caiu! Não acredita em mim? Pois veja o vídeo:

1- Soubemos que o nome da Banda é Muranno por conta de um material que traz aquela energia positiva né? Dá para sentir através da música que vocês fazem, o amor, aquela serenidade. Como foi que aconteceu esse encontro? Quando veio aquela ideia de fazer a banda? 

Diego Torres: Eu e meu irmão tínhamos uma dupla chamada Diego Torres & Tiago, e sempre falávamos pros nossos músicos não ficarem parados lá atrás como a maioria dos artistas exigem dos músicos, a ideia veio quando eu assisti um vídeo nosso da dupla e enxerguei como uma banda, todos na frente, interagindo, uma BANDA no SERTANEJO, diferente ne? Porque não fazer? Ai fizemos…rsrsrs

2- Aposto que vocês sequer imaginavam fazer tamanho  sucesso em apenas 15 dias de banda! Isso é muito gostoso e deve ter dado um trabalho imenso. Quando vai ter show? Precisa logo!!!

A ideia inicial é abrirmos a agenda para shows em fevereiro de 2018 apenas, mas pode ser um pouco antes ou um pouco depois. A vontade é ir amanhã para os palcos e encontrar com as pessoas que estão nos fazendo chegar até aonde não imaginaríamos em tão pouco tempo, NOSSOS FÃS. <3

3- Agora gostaríamos de saber quem é quem na banda. Quem toca, quem canta… E um pouquinho da história de cada um. Quantos anos tem, essas coisas… 🙂

· Tom solano, nosso baterista, toca muuuuito, parece que tem uma marreta no lugar das mãos…rsrsrsr 21 anos

· Tiago Kosta, Guitarrista/ cantor, ganhou concursos como guitarrista e é fundador da banda, 28 anos

· Lucas Moraes, o único sanfoneiro surfista do mundo…rsrsrsrs , 21 anos

· Viny Cavalcante, Nosso menino prodígio, talento puro, 19 anos

· Diego Torres, EU… rsrsrsrs, fundador da banda, 29 anos.

entrevista-com-a-banda-muranno-ideias-da-fe

4- Qual é a meta que vocês tem daqui para frente? 

Alcançar o máximo de pessoas possíveis e levar essa energia que estamos sentindo pro MUNDO. Meta alta né? Somos assim, sonhamos alto…rsrsrs

5- Vocês tem instagram? hahaha é bobeira perguntar isso, mas suas fãs vão querer dar uma stalkeada sabe? 

O instagram oficial da banda é @Bandamuranno, os individuais são:

Tiago Kosta , Guitarrista/cantor @Tiagokostaa ,

Viny Cavalcante , Baixista / cantor @Cavalcanteviny

Lucas Moraes , Sanfoneiro @mooraesluccas

Tom Solano, Baterista @tom_solano

Diego Torres , Vocalista principal @diegotorresetiago

6- Foi um  prazer conhecer vocês! Finalizo a entrevista perguntando se as próximas músicas serão lançadas ano que vem, se tem CD por vir…? 

Serão lançadas esse ano ainda, acabamos de lançar a musica “Ela É ‘Foda” e esta sendo muuuuuito bem aceita, estamos hiper felizes, lançamos um EP nas plataformas digitais já. TEM DVD pro ano que vem já sendo planejado, mas isso ainda é segredo…rsrsrrsrss

<3 Gostaram da entrevista? Então se liga aí no novo single dessa galera lindaaaa!

Beijinhos

Entrevistas

Entrevista com Arisly Franco

entrevista-com-arisly-franco

Youtuber, fotógrafa, jornalista, escritora, e com apenas  24 anos, Arisly Franco é uma pessoa cheia de energia e carisma. Eu tive o prazer de conhecê-la pessoalmente, e tive a sorte de ganhar sua amizade. O que mais gosto nela é a simplicidade, não fica de “mimimi”. Só chega e faz. Inclusive as fotos que ela tira, são de primeira. De alguma forma ela consegue arrancar sorrisos da gente, e os clique ficam demais! Sou fã dessa mulher! Portanto, vamos a primeira pergunta:

Entrevista-com-arisly-franco-ideias-da-fe

Imagem/Reprodução: Arisly Franco

1- Ari, como veio a vontade de fotografar? Quem foi a primeira pessoa famosa que você fotografou? Imagino o medinho e a emoção de ser contratada para clicar a Bianca Andrade, por exemplo! *-*

Ari: A vontade de fotografar veio do meu amor pela fotografia desde pequena. Fiz jornalismo e na faculdade me apaixonei ainda mais pela fotografia.
A primeira pessoa famosa que fotografei foi a Kéfera, quando ela veio para São José dos Campos com a peça “Deixa eu te contar”, junto com a Bruna Louise. O medo existe sim, não vou mentir, mas ao mesmo tempo o foco de fazer um bom trabalho para ser reconhecido, é ainda maior! Sabe o que é legal? É que eu AMO todos que eu fotografei até hoje, sou fã também, então por isso que o trabalho é feito com MUITO carinho. 

2- Você conheceu Blogueiras e Youtubers como Bruna Vieira, Mariana Saad, Evelyn Regly, como o coração aguenta? hahaha Dá para conversar com elas em algum intervalinho? Ou é clique toda hora, e correria?

Ari:  O coração? Ele dispara…tropeça quase para! (Risos)
Dá para conversar sim, com TODAS eu conversei nos bastidores, foram SUPER simpáticas comigo. E sim é clique toda hora inclusive nas conversas! Também quero meu clique com TODOS eles para postar depois #EuFui #EuTava

3- A Mariana Saad te chamou para uma festa né? Já foi reconhecida por fãs dela, ou das meninas da pergunta anterior? 🙂 Elas te falam o que??? 

Ari: Sim ela foi uma fofa ao me convidar, a princípio tínhamos combinado para que eu fosse fotografar o aniversário dela, ela gosta MUITO do meu trabalho. Então ela pensou melhor e disse para eu ir e curtir a festa.
Muitos fãs me reconhecem sim e dizem amar meu trabalho. Depois de muitas conversas (principalmente por direct) nos tornamos amigos. 

4- E quanto a sua vida pessoal, você imaginava que estaria casada neste ano? Foi muita emoção!!!! Teve até vídeo do pedido de noivado! 

Ari: Não. Aliás eu nem esperava, foi uma loucura e tudo muito rápido. Muitos acharam que eu estava grávida pela rapidez das coisas. Mas não! Afinal são seis anos de relacionamento né? O pedido é uma das coisas mais lindas que aconteceu na minha vida toda! Vejo o vídeo sempre.

entrevista-com-arisly-franco

Imagem/Reprodução: Arisly Franco

5- Está gostando da vida à dois? Deve ser gostoso ter seu cantinho, com suas coisinhas, do seu jeito né? rs Mas você DEVIA ter uma casa aqui em São Paulo para gente matar a saudade!! Junta money, você e o Augusto em? hahaha

Ari: É uma experiência totalmente nova para mim. Ter as minhas coisas, minhas responsabilidades, as contas, roupas, comida e mais mil itens… Porém é uma das melhores coisas que todos devem passar por essa experiência, sejam casados ou não!
A nossa vontade é ir para São Paulo sim, trabalhar na capital seria nosso sonho, aí sim moraríamos lá. 

6- Para quem não conhece a  Ari, ela AMA cachorros. E sente muita falta do Pirata, um cachorrinho que ela cuidou e que não pôde mais manter por perto por questões pessoais. Ari, quando vai adotar um filhotinho??? Dá para fazer um book tipo da Bery da Bru Vieira hehe É de se apaixonar!

Ari: Eu tenho contato com ele até hoje acredita? Vejo ele sempre e me parte o coração não estar fazendo parte da vida dele. Mas como houve uns problemas pessoais, na época ainda morava com os meus pais, então por forças maiores hoje ele mora com o Márcio. Ele é meu amigo e cuida MUITO bem dele.
Faz oito dias que eu e o Augusto adotamos o Ozzy, um Yorkshire micro, ele tem 5 meses e agora tem uma nova casa: a nossa!

7- Finalizamos a entrevista com uma pergunta bemmm boba: Quando vai fazer mais uma tatuagem? Você fez um vídeo no seu canal mostrando como foi fazer uma no braço. Quantas você já fez? 

Ari: Acabei de fazer meu girassol no antebraço esquerdo, pretendo fazer mais uma esse mês (ainda não vou contar o que é). Tenho três até agora, uma câmera no punho direito, escrito “DREAM” e o girassol. 

Ah, para quem não viu o vídeo, aqui está 🙂

EEEEEEE agradeço a você por ter feito parte desse espacinho novo do blog, é muito gostoso ter alguém tão apaixonada pela fotografia, pela arte, aqui. <3 

 

Beijinhos