Browsing Tag

gratidão

Comportamento

Aqui estou eu

aqui-estou-eu-ideias-da-fe

3 ANOS! Dia 14 de Abril se tornou uma das datas mais especiais da minha vida. Você e eu, estamos aqui tendo essa conversinha graças a um desejo ardente de escrever, que me moveu a criar um blog. Ou melhor, este blog. Obrigadinha pelo amor, por estes 3 anos de companheirismo. Você me conhece desde a época de cabelos roxos, e sabe, o quão louco é esse mundo de internet, que cresce a cada dia mais. Sabe que atualmente ter uma plataforma de escrever não é fácil, e ainda mais quando se tem vídeos e apps rápidos e práticos. 

E você, criaturinha linda que está lendo isso, não me deixou, mesmo assim. Não abandonou essa canceriana amante de chocolate. Sou mega grata por isso! 

Adoro ler os comentários de vocês no Instagram, nos stories, Face, e principalmente de contar os babados nas lives! Agora tenho menos tempo de fazer live, mas prometo que darei meu melhor neste quesito daqui para frente. (São muitos crushes para gente fofocar hahaha).

Então não vou prolongar esse post senão vou começar a refletir demais e fazer você entrar em uma deprê. E não queremos isso né? hahahaha 

AMO VOCÊS, Feliz 3 anos de IDF para nós! <3 

Comportamento

Impressão

impressão-ideias-da-fe

Confesso que muitas vezes tive a impressão de que estava vivendo e não vivendo ao mesmo tempo. Será que era besteira? Sempre tive tudo que precisei e em momento algum passei necessidade. Digo necessidade em todos  os sentidos, sabe? 

Meus pais sempre estiveram comigo, meus poucos amigos sempre me colocando para cima e ouvindo minhas maluquices, AH e não posso esquecer da minha saúde ( o máximo que pego é gripe.). Não tive a chance de viajar para outros países, ou  ficar um dia sem me preocupar com aquela conta para pagar, ou então ir em um restaurante e comer tudo que desse na telha. Porém, sempre mantive meus princípios e agradeci a Deus por ter o que preciso para viver, crescer…

Agora quero entender de onde vem esse vazio, essa insatisfação com a vida em si. Como se tudo que estivesse ao redor fosse uma mera ilusão e eu me sinto bem fútil. Já pensou na grandeza deste Universo? Já pensou o quão pequeno somos? O quão diminutos?  

Quando paramos para ver nossa posição diante da vida, diante desta imensidão de planetas, estrelas, tempo, vemos que nossa vida não tem tanto sentido, e que nos preocupamos com tanta asneira à toa. Reclamamos disso e daquilo mas para. Chega, isso tudo é de mentira. Andamos com tapa olhos sem querer ver o que temos na nossa frente, sem olhar o céu, sem olhar essa mágica. Essa beleza universal de permitir a vida. A nossa vida. Quero viver todo dia de forma digna. E sim, vou me deitar para apreciar os pontinhos brilhantes do céu escuro, vou respirar fundo a brisa gelada que passa suavemente no meu rosto, vou deixar os raios de sol me abraçar nos dias de verão e vou me permitir ser parte da natureza.