Browsing Tag

literatura

#qualoseurefugio

A literatura me salvou

Todos temos problemas. Isso é fato. E quando uma fase conturbada aparece… sabe onde tudo dá errado?… precisamos de algo para extravasar. É o que chamamos de refúgio. Dependendo do ponto de vista, alguns podem ser nocivos e outros não.

Meu refúgio desde que me conheço por gente foi a literatura. Não digo isso de exagero porque aos quatro anos de idade, mesmo não sabendo ler, folheava revistas que, na minha opinião, se estivesse na mão de outra criança da mesma idade não sobraria nem uma página. Até no antigo ensino fundamental, quando voltava sonhando acordado para casa, imaginava que era um escritor famoso e dava entrevistas para Jô Soares e Marília Gabriela. Entretanto, não fazia ideia que a Literatura ia salvar a minha vida.

Tive certeza disso na adolescência – momento complicado – onde não aceitava os meus defeitos, então queria expor essas frustrações de alguma maneira e usando os filmes como base, comecei a escrever, em 2001, pequenos esboços de como eu queria ser: um protagonista de filmes de ação que acabava com o vilão e beijava a mocinha no final. Mas foi na juventude que a literatura realmente me salvou…

Com o passar do tempo, a frustração em não ser perfeito foi se acumulando e a depressão surgiu de imediato. Na época já escrevia teatros para igreja e continuava a fazer esboços de pequenas histórias, mas o foi meu refúgio para extravasar essa tristeza contida foram as poesias. Elas, para ser sincero, tiveram um tom melancólico e nunca recomendo lê-las, porém me ajudaram muito nos momentos de dor.

Em 2015, já recuperado da depressão e livre da “síndrome da preguiça de ler” que a maioria dos adolescentes tem, entrei no mundo da literatura nacional. Como leitor, tive o prazer de conhecer o meu primeiro livro do gênero: PROCURA-SE da autora Giovanna Vaccaro. Mais experiente nos textos, iniciava, depois de 14 anos de tentativas, a minha primeira obra como autor: LAÇOS DE CASAMENTO.

Para finalizar tenho certeza que, além de ser meu refúgio nos momentos de tempestade, a Literatura foi a bonança da minha vida. Por que ela me deu tudo. Primeiro, comecei a acreditar em mim mesmo e que eu tinha valor. Com o tempo, conheci pessoas maravilhosas e muito talentosas, me tornando melhor amigo de uma delas. Por fim, aprendi a enfrentar as dificuldades que cruzavam o meu caminho por um sonho de levar meus escritos para pessoas que precisavam.

Depois desse meu depoimento, eu te pergunto: qual é o seu refúgio?

 


Guinho e eu criamos a hashtag #Qualoseurefugio para trazer positividade diante tanta maldade e tristeza presente no mundo, no dia a dia. Queremos que você se sinta abraçado(a) por nossas palavras e veja que não está sozinho(a). Estamos juntos nessa batalha para ser feliz, e vamos enfrentar tudo isso juntos! <3

Sobre o blogueiro: Com 30 anos, Guinho Monteiro, nascido em Taubaté – capital da literatura infantil -, ainda guarda sua alma de menino sonhador. Além de escritor e professor de português, tenta fotografar nas horas vagas e também é responsável por um blog, onde divulga autores nacionais. Apesar de escrever há 15 anos, apenas publicou seu primeiro livro “Laços de Casamento” em 2015. Desde então, vem tentando mostrar seu lado gentil e bom através dos personagens e histórias que cria.

Blog Presente Dos Livros: https://guinhomonteiro1987.blogspot.com.br/

Fan-Page: https://www.facebook.com/igormonteiroguinho263/

Instagram: @igormonteiroguinho