Browsing Tag

saudade

Comportamento

Você tem o melhor cheiro do mundo

Porque juro eu fico louca quando penso em você aqui de novo. Meu coração começa a bater mais forte e sobe um arrepio pelo corpo. Você tem o melhor cheiro do mundo, e isso me enlouquece. Quero sentir seu beijo doce, passar minhas mãos pelas suas costas largas e sentir as suas me puxando cada vez mais perto.

E agora eu não posso. Preciso focar no meu trabalho. Planilhas e números. Números. Oh me lembro da gente contando quanto tempo levávamos para responder perguntas relacionadas a nós dois. Você errou minha idade e levou um susto quando me vinguei por ver que você estava perplexo com meus aninhos. E o seu sorriso me fez ficar abobada de novo, perdendo o chão. Ah por favor, foco nos números.

Você precisa sair da minha mente enquanto estou aqui trabalhando. Por que tão difícil?
1,2, respira.

Eu não vejo a hora de voltar para casa e te encontrar lá, na cozinha fazendo algo de bom para gente comer. Manja mais de cozinha que eu, e para ajudar, não trabalha até as 18:00. Devo ser sortuda de achar uma pessoa tão completa, e que me faz ser ainda mais completa. Quero muito me afogar em mais beijos e quitutes, que na minha opinião, só você sabe fazer. Assim como só você sabe derreter meu coração….

Comportamento

5 meses

5-meses-ideias-da-fe

Seu nome sempre vem em minha mente.  Por que devo me lembrar de algo que já morreu? 5 meses sem você.  Até parece que algum dia vamos nos cumprimentar com um simples “bom dia” e voltar a falar descontroladamente  de nossas vidas, das mudanças durante esse tempo, e do quanto sentimos falta um do outro. 5 meses. Nem parece que foi tudo isso.

Tudo ia mais devagar quando tinha seus áudios gigantes para ouvir no final do meu expediente louco de trabalho. Até quando você atrasava para vir no meu apartamento, e aí para recompensar os 10 minutos cortados, você estendia mais e mais até dormir do meu ladinho. Porém, cá entre nós, seu cafuné era perfeito. Melhor do que nossa guerra de macarrão, o Spoky ficou feliz em ver os molhos voando e os fiapos amarelos de macarrão caindo no chão. Ficou o resto do dia sem comer, de tanto se empanturrar. Esse cachorro também sofreu com a nossa separação… Mas, viveu de forma aventureira também!

Viajar e chegar a praia com nosso cão de guarda e sentar na areia fofa e branquinha, tomar água de coco e ver o por do Sol… Que cachorro vivencia isso? A maioria conhece o parque, anda e pronto, volta para casa. Pelo menos no nosso relacionamento, um saiu ganhando: Spoky. Pôde aprender e conhecer maneiras de curtir a vida. Teve sorte de ser como um terceiro membro, um protagonista no nosso romance. Pelo menos ele não deve demorar 5 meses para aceitar que você não vem mais para casa. Que nunca mais vamos ouvir os tons malucos que você costumava inventar com o violão, ou estender aquela toalha amarela, com seu perfume, que me deixava abobada.

Esses pequenos detalhes parecem idiotas, e sem relevância no dia a dia, mas isso é engano, porque o amor em si, é feito de coisas simples, pequenas, que tem o poder de transformar nosso mundinho em um universo inteiro. Expande sensações, ideias, e o melhor de tudo, traz confiança de que o que faz o nosso coração bater e sussurrar o nome desse alguém, é a alma encantadora. É o olhar doce, os dedos cumpridos, e o cabelo desgrenhado. É o tom da voz, é a forma de proteger, e o aconchego… é pura magia.

 

Comportamento

Algo que perdi

algo-que-perdi-ideias-da-fe
Lembrei certo dia de como as coisas eram, como eu enxergava a vida, tudo simples e bom, tudo inocente e sincero. O sol, as nuvens, passava horas deitada na rede procurando forma nelas, respostas talvez, sempre queria algo novo, queria rumos, caminhos… Hoje até sei os caminhos em que seguir, mas quem disse que quero?
 
O olhar de que tudo se resolvia com uma casquinha de sorvete, o pensamento que o tempo não ia passar, o pensamento de que eu queria que o tempo passasse… Hoje quero o tempo, perdido com besteiras e pessoas.
 
O tempo que não se recupera, os momentos que não voltam, para quê tudo isso, pra que registrar? Não volta… Sempre tento viver ao máximo cada momento bom da minha vida, porque tenho uma memória horrível, e o medo de esquecer é tão grande, momentos que quero lembrar cada detalhe eu escrevo.
 
Eu tinha de 8 a 9 anos, acabado de mudar de casa, de escola, de amigos, me sentia sozinha, mas estava tudo bem, sempre estava. Me trancava no quarto, sentia que era lá o meu lugar, queria ler todos os livros possíveis, aprender tudo, para quando eu crescer aí sim viver. Será que fiz bem? Já não sei. Só sei que aquele sentimento de ficar o dia inteiro lendo, ouvindo aquela música um milhão de vezes, ou simplesmente rabiscar rascunhos de textos no caderno, me faz falta, aquele cabelo curto atrás das orelhas, o óculos maior que o rosto, me faz falta. Os dias produtivos com criatividade a todo vapor, me fez falta.
 
Me afoguei, em um oceano cheio de lembranças, cheio de vontades antigas e sonhos. Larguei tudo, ignorei o celular, as pessoas, não levantei da cama, só queria me encontrar, e agora! Não podia esperar, não mais.
 
Cortei o cabelo, coloquei aqueles óculos redondo, peguei um livro, uma caneca, música alta o suficiente para não ouvir meus pensamentos, e assim me encontrei, resgatei aquele eu lá no fundo do oceano, o ar voltou… Voltou, eu voltei.
 
Voltei para nunca mais ir embora, para nunca mais se perder. 
By: Diana Turola
Comportamento

Fica na minha vida para sempre

Sempre fui daquelas que larga mão quando percebe que não faço mais falta para alguém, mas desta vez foi diferente. Sua forma rápida de voltar, me colocando em seus braços me assustou. Senti sua respiração ofegante, e quando olhei para seus olhos vi medo. Seria medo de me perder? Medo de tentar novamente? Medo de si mesmo ? 

Engraçado, você jurava que nunca me deixaria partir. Mas quando cogitei fazer isto, você deixou. Sei que respeitou minha escolha, mas sabia muito bem da dor que iria me causar. A dor que iria causar a nós dois. Começo a pensar sobre como as coisas funcionam. Mesmo com todos os machucados, com todas as palavras tortuosas, com todos os arrependimentos, lá no fundo da minha alma, eu não me separo de você. Eu não consigo, algo me conecta, e me leva na sua direção…
 
Se algum dia, a vida, o destino, ou as circunstâncias nos colocar nos pontos opostos do mundo, eu vou continuar guardando você aqui dentro, no meu coração. Confesso que gostaria de ficar no seu abraço pela eternidade para não correr o risco de te perder de novo, agora sei que somos como unha e carne, mesmo que sejamos tão diferentes. 
Comportamento

Velhos amigos

Você já percebeu como a vida passa rápido? Lembra daqueles velhos amigos da infância ou da adolescência?

Temos tanto a fazer… Desejos, objetivos, metas e cobranças do dia a dia nos cega.Quando paramos para olhar para o que ficou lá traz, a ficha cai. Aqueles que estavam do seu lado, seguiram outros rumos… E então bate saudade das conversas, dos abraços e das risadas…

Mas a vida é assim. Quando alguém sai, um (a) amigo(a), deixa um pequeno buraco no nosso coração, afinal aquela pessoa se foi. Não importa se ela mora na mesma cidade que você, agora ela mudou… Ela cresceu… Não é a mesma que era antes, porque o tempo a moldou… 

Mas, ainda há algumas que nunca se esquecem da amizade…Aqueles velhos amigos. 

O fato é: viva! Os que realmente devem permanecer no seu caminho, irão permanecer. Não fique revirando o passado, por isto ame HOJE quem é importante! Você não sabe o dia de amanhã! E guarde na memória os momentos únicos e inesquecíveis com aqueles que não estão mais presentes! O tempo voa! Não perca tempo com besteiras e acorde, AGORA

E não se esqueça de sorrir, sempre.