Browsing Tag

semi joias

Entrevistas

Entrevista com Silvia Oliveira sobre semi joias

Sabe quando muitas vezes aparece uma festa e você não sabe se põe um brinco de rendodinho pequeno ou aquela argola gigante? A Silvia vive lidando com isso. Vira e mexe posta em seu Instagram, dicas de como usar aquele colar que tem uma pedrinha no meio, ou aquele que brilha e trás um toque de glamour. Pensando nisso, chamei ela para uma entrevista, e falar um pouco sobre semi joias. Bora?

A economista Silvia Oliveira criadora da marca Semi Joias Oliveira, tem 51 anos, nasceu em São Paulo, trabalhou como gerente de banco por mais de 10 anos, e hoje tem seu site onde disponibiliza peças para venda. 

1- Bom Silvia, vamos começar nossa entrevista. Conta para gente como que você começou com as semi joias. Como surgiu essa ideia? 

Silvia: Há aproximadamente 7 anos comecei a pensar em empreender e comecei a fazer cursos sobre artesanato e eis que surgiu um de bijuterias. Adorei curso e resolvi me aprimorar nesse segmento. Comecei a produzir como passatempo e daí foi um passo para que as amigas e parentes fizessem encomendas. 

As encomendas cresceram e um pequeno negócio foi tomando forma. Logo as clientes começaram a pedir por semi joias e após intensa pesquisa sobre segmento, resolvi iniciar esse negócio. Com o tempo abandonei as bijuterias e foquei somente em semi joias. 

2- Isso é muito legal. Mas assim, o que é uma semi joias?

Silvia: São peças fundidas em ligas metálicas que recebem várias camadas de banho, incluindo o antialérgico e uma espessa camada de metal nobre. Os principais metais nobres utilizados podem ser o ouro 18k, a prata ou o rhodium. 

entrevista-com-silvia-oliveira

Imagem/Reprodução: Aulore Joias

 

3- As bijuterias são facilmente encontradas e geralmente tem um valor bem mais baixo do que a semi joia. Até em lojinha de R$1,99 podemos encontrar várias bijus lindas, mas explica para gente, quais são as principais diferenças entre bijuterias e semijoias? 

Silvia: As bijuterias são geralmente produzidas com materiais de qualidade inferior, sua durabilidade muito reduzida, oxidam rapidamente e com produtos químicos e até mesmo níquel e cádmio, que causam alergia e outros problemas. Muito comuns em produtos importados da China. Quando banhadas recebem uma camada bem reduzida de banho, comumente chamado de flash. Daí serem muito baratas. Geralmente os fornecedores não oferecem nenhuma garantia. Importante ressaltar que nas bijuterias as pedras são colocadas e nas semijoias são cravejadas.

4- Quais são as pedras utilizadas nas semijoias? 

Silvia: Empregam-se cristais, zircônias e pedras naturais. 

5- Pesquisando sobre o assunto, ouvi falar muito sobre tecnologia anti alérgica. O que é isso? 

Silvia: No processo de produção aplica-se um verniz antialérgico. No caso das nossas peças, além dele todas as ligas são isentas de níquel e cádmio. 

6- Sim sim, certo. E como é feita a divulgação das peças? Como que as Semi Joias Oliveira está se desenvolvendo? 

Silvia: Nesse período desenvolvi fornecedores, parceiros de serviços de banhos, sistemas, e grupo de mais de 30 revendedoras em minha região. A qualidade das peças e o diferencial no atendimento me levaram a ter clientes em diversas regiões, principalmente na cidade de São Paulo e até em outros estados.  

7-E quanto as novidades? O que vem de novo para 2019 na Semijoias?

Silvia: A tendência de 2019 vai ser excesso de informação. Os maxi brinco, maxi argola, maxi colares. A forte mistura de tons de pedras também. As coloridas, ou em degradê… Enfim, as semi joias bem usadas podem ser sinônimos de elegância e dão aquele diferencial no seu look, então saiba usá-las. 

Bom gente, ficamos por aqui, mas se você tiver curiosidade de acompanhar mais de perto o trabalho da Silvia, acesse: Instagram Semi Joias Oliveira   ou  Facebook Semi Joias Oliveira  ou então Loja Silvia Oliveira SemiJoias

Até mais. <3

 

Veja mais entrevistas:

Entrevista com Gabriel Drysdale

Entrevista com Augusto Alvarenga